02jun/17

“NÓS E A BICI – DIA DOS NAMORADOS”

Junho acaba de chegar e a Ciclo Urbano já está sentindo o clima de romance do dia dos namorados. Dessa forma, estamos lançando um concurso de fotografia que envolve você, sua/seu parceira/o e… a bicicleta, claro! Ei, até mesmo você que registrou um momento de dois apaixonados pode participar. Legal, né?

É uma oportunidade de expressar seus sentimentos pelo amor e pela magrela!!! Queremos espalhar o quanto pudermos de amor, incentivando o uso da bicicleta, que melhora a qualidade de vida, saúde e meio ambiente! Além de, claro, nos proporcionar lindas histórias. #noseabici #maisbikes

Se liguem na premiação:

1º lugar: Caneca + Caderno + Ecobag personalizados segundo a temática

2º lugar: Caneca + Ecobag personalizados segundo a temática

3º lugar: Caderno + Ecobag personalizados segundo a temática

É bem simples, para mais informações de participação e seleção, leia aqui o edital.

 

30maio/17

Sema lança programação da V Semana do Meio Ambiente

Entre os dias 4 a 9 de junho, a Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Sema) está preparando atividades para a Semana do Meio Ambiente. Em sua 5ª edição, o evento visa disseminar o pensamento ambiental crítico e participativo entre a população aracajuana. Dessa forma, acontecerão diversas ações coletivas em prol de uma cidade mais sustentável.
A Semana do Meio Ambiente faz alusão ao Dia Mundial do Meio Ambiente, que acontece dia 5 de junho. Foram escolhidos pontos estratégicos na cidade para fomentar a educação e cultura. O ponto central do evento será no Parque da Sementeira.
Neste ano, a semana vai ser comemorada de uma forma bastante diversificada. Haverá programação para o público externo, como também uma programação reservada, para públicos específicos, a exemplo de escolas municipais e grupos fechados, como os Amigos Desbravadores Amigos do Meio Ambiente.
“A intenção da gente é trazer um pouco a prática ambiental à rotina das pessoas, aproximar também a Sema e a população. Vamos trazer uma sensibilização de forma mais dinâmica e prática, para que todos possam interagir”, relata a coordenadora de Educação Ambiental da Sema, Raphaella Ribeiro.
 Programação:
04 de junho 
Passeio Ciclístico ”Volta do Apicum
15h – Concentração no Shopping Jardins
16h – Início do Passeio Ciclístico e abertura da Feira de adoção de animais
Roteiro:
1. Saída do Shopping Jardins pela Avenida Jornalista Santos Santana;
2. Acesso pela Ponte Godofredo Diniz e acesso a Av. Mário Jorge sentido Coroa do Meio;
3. Acesso virando a direita para Rua Urbano Meto;
4. Parada para beber água e breve explanação histórica e ambiental da Maré do Apicum;
5. Acesso virando à esquerda pela Rua Pedro Lobo e Avenida Desembargador José Antônio Andrade Gois;
6. Acesso a Ciclovia da Avenida Beira Mar sentido Terminal da Atalaia- 13 de julho;
7. Acesso a Avenida Jornalista Santos Santana;
8. Chegada ao Shopping Jardins.
18h – Previsão de encerramento do passeio ciclístico
Dia 05 de junho
Parque da Sementeira
9h às 16h- Exposição de fotos “Biodiversidade Aju”
9h às 16h- Reike, Acupuntura Auricular e massagem
Apoio: Mops (Movimento Popular de Saúde)
9h30min às 10h30min- Roda de conversa: Defesa animal
Facilitador: Equipe de defesa animal da Sema
10h30min às 11h30min- Contação de história no cajueiro com Isabel Melo
14h às 15h- Roda de conversa: Arborização Urbana
Facilitador: Equipe de Arborização da Sema
15h40min às 16h30min- Oficina: Coleta seletiva e reciclagem
Facilitadores: Mestrandos do Prodema (Henrique Leal e Daniela Barbosa)
15h às 17h30min- Livre brincar para crianças nos cajueiros
16h40min às 17h30min- Dança circular
Facilitadora: Daniela Gatinho
Shopping Jardins
10h às 22h- Sema informa
Obs: Sema informa será um stand que ficará no hall do shopping jardins, com dois servidores da Sema prestando esclarecimentos à sociedade sobre quais os procedimentos necessários para licenciar ou/e informações gerais sobre o departamento de controle ambiente, setor responsável pela fiscalização. O principal intuito é aproximar a população da Sema, prestando serviços e tirando dúvidas da sociedade
Dia 06 de junho
Parque da Sementeira
8h às 9h- Aula de Yoga
Facilitadora: Adriana Alves (Espaço ícaro)
9h às 16h- Exposição de fotos “Biodiversidade Aju”
9h às 9h30min- Oficina de horta vertical
Facilitadores: Equipe Sema
9h30min às 10h30min – Roda de Conversa: temática ambiental
10h30min às 11h- Oficina: Confecção de massinha de modelar
Facilitadores: Equipe de Educação Ambiental da Sema
14h às 15h30min- Roda de conversa: Poluição Atmosférica
Facilitadores: Equipe de Poluição Atmosférica da Sema
15h40min às 16h30min- Oficina: Compostagem caseira
Facilitadora: Naiara Correia (Aho Pizzaria)
15h às 17h30min- Livre brincar para crianças nos cajueiros
16h40min às 17h30min- Contação de histórias e exposição de livros infantis sobre temática ambiental
Facilitador: Almeida Júnior
Shopping Jardins
10h às 22h- Sema informa
Dia 07 de junho
Parque da Sementeira
8h às 16h- Exposição Sesc Escola
8h às 9h- Aula de Yoga
Facilitadora: Silvana Nascimento
9h às 16h- Exposição de fotos “Biodiversidade Aju”
9h às 9h30min- Oficina de horta vertical
Facilitadores: Equipe Educação Ambiental Sema
9h30min às 10h30min- Roda de Conversa:Rios, Mangues e Mares
Facilitadores: Emane Ufs (Ecologia Marinha na Escola)
14h às 15h30min- Roda de conversa: Resíduos Sólidos
Facilitadores: Equipe de Resíduos Sólidos da Sema
15h40min às 16h30min- Oficina:Confecção de instrumentos com Sucata
Facilitadores: Equipe de Educação Ambiental da Sema
15h40min às 16h30min- Oficina: Confecção de sabão a partir do óleo de cozinha
Facilitadores: Equipe de Educação Ambiental da Sema
15h às 17h30min- Livre brincar para crianças nos cajueiros
16h40min às 17h30min- Contação de histórias e exposição de livros ínfantil sobre temática ambiental
Facilitador: Almeida Júnior
Shopping Jardins
10h às 22h- Sema Informa
Cine Vitória
10h- Documentário Ambiental
Preço promocional R$ 5,00
Dia 08 de junho
Parque da Sementeira
8h às 9h- Aula de Yoga
Facilitadora: Simone Azevedo
9h às 16h- Exposição de fotos “Biodiversidade Aju”
9h às 11h30min- Roda de Conversa: Políticas Públicas para ecossistemas urbanos
Facilitadores:
Ricardo Mascarello- Arquiteto e Urbanista
Wirlan Bernardo- Economista
Waldson Costa- Ong Ciclo Urbano
Adauto- Prodema Ufs
Augusto César de Mendonça Viana- Secretário Municipal do Meio Ambiente
14h às 15h30min- Roda de conversa: Autor de livros infantis
Facilitador: Almeida Júnior
15h40min às 16h30min- Oficina: horta vertical
Facilitadores: Equipe de Educação Ambiental da Sema
15h às 17h30min- Livre brincar para crianças nos cajueiros
16h40min às 17h30min- Biodança
Facilitadora: Daniela Gatinho
Dia 09 de junho
Parque da Sementeira
9h às 16h- Exposição de fotos “Biodiversidade Aju”
9h às 11h- Roda de conversa: Energia Solar
Facilitador: Paulo Mário Machado Araújo- Ufs
11h às 11h40min- Oficina sobre confecção de sabão feito com óleo de cozinha.
Facilitador: Equipe de Educação Ambiental da Sema
Museu da Gente Sergipana
14h30min às 16h30min- Contação de história e visita  guiada
Facilitadora: Isabel Melo
Oceanário de Aracaju
16h às 17h- Soltura de tartarugas
17h Às 17h30min- Coral da Sema
17h40min às 18h10min- Grupo de dança da Unit
A partir das 18h30min- Apresentação cultural
Fonte: Ascom/Sema
20maio/17

Ciclo Urbano apresentará Pesquisa Origem e Destino das Viagens em Bicicleta em Aracaju no Velo-City 2017

A Ciclo Urbano terá a Pesquisa Origem e Destino das Viagens em Bicicleta em Aracaju (Origin-destination of Cycle Trips in Arcaju) apresentada no Velo-City 2017 em 15 de Junho de 2017, na Holanda. Dentro da temática do Planejamento Urbano, a sessão “Planejamento baseado em Estudos: criando uma rede cicloviária em países iniciantes” contará com a nossa e outras duas palestras.

O moderador da sessão, Jeroen Buis, é planejador de tráfego e consultor de ciclomobilidade que trabalhou com projetos cicloviários e ministrou workshops sobre ciclismo urbano na África do Sul (2000), Brasil (todos os anos entre 2000 e 2007) e Índia (desde 2007), e escreveu:

“Com o intuito de incluir a infraestrutura cicloviária na agenda, coletar informações acerca do uso das bicicletas pode ajudar a suprir essa necessidade. Nessa sessão serão 3 casos em diferentes continentes, onde foram tomadas iniciativas por uma instituição educacional, educacional uma consultoria de pesquisa e uma ONG para entender melhor a magnitude da ciclomobilidade (Índia), origens e destinos das viagens em bicicletas (Brasil) e as rotas todas pelos ciclistas, bem como os ambientes a que os ciclistas estão expostos (África do Sul). Cada estudo tem o objetivo de demonstrar a necessidade de uma infraestrutura cicloviária mais segura e identificar os desafios e necessidades dos ciclistas.

Índia – Estudo sobre o fluxo de bicicletas em tráfego misto

Nesta pequena cidade indiana com um uso de bicicleta relativamente alto, a ciclomobilidade ainda não está planejado pelas autoridades locais. Através da observação direta do ciclismo com câmeras de vídeo, este estudo mostra a magnitude do uso da bicicleta (compartilhamento do tráfego) em diferentes estradas, bem como a velocidade dos ciclistas. Foi dada uma recomendação geral, não específica ao local, sobre como melhorar as condições de ciclismo.

África do Sul – Avaliação das Ferramentas de Avaliação do Ambiente de Ciclomobilidade em um corredor da Cidade do Cabo

Em Cape Town, as políticas pró-ciclomobilidade já estão em vigor e a infraestrutura já está criada. Em um corredor onde este último ainda não é o caso, um pequeno número de entrevistas e grupos focais em comunidades no corredor fornece informações interessantes sobre a escolha da rota em relação à segurança pessoal e rodoviária. Dados adicionais foram obtidos através da observação direta das práticas dos viajantes por parte dos pesquisadores. Os dados foram utilizados para propor uma ferramenta de avaliação da ciclomobilidade para a situação específica da África do Sul.

Brasil – Origem-Destino de viagens em bicicletas

Na cidade brasileira de Aracaju, onde a infraestrutura cicloviária já está criada, foi realizada uma pesquisa completa de toda a cidade com a aplicação de 1001 questionários para a criação do estudo origem-destino. A pesquisa também reuniu dados demográficos e socioeconômicos de ciclistas, bem como feedback sobre a infraestrutura cicloviária existente na cidade. O estudo fornece informações valiosas para os planos e políticas de ciclomobilidade da autoridade local.”

“Estamos empolgados com as experiências e novos conhecimentos que traremos de lá”, enfatiza Manuelle Saturnino, associada Ciclo Urbano que representará a ONG na Holanda.