Iolanda, saiu pedalando (Foto: Luciano Aranha/ Ciclo Urbano)

Iolanda, 51 anos, aprendeu a andar de bicicleta no Parque Augusto Franco, em Aracaju (Foto: Ciclo Urbano)

Nervosismo, entusiasmo e sorrisos são características presentes a cada edição da Escola Bike Anjo. Pessoas de diferentes idades chegaram ao Parque da Sementeira a partir das 14h40. Aos poucos foram se apresentando, encontrando um lugar, até que representantes voluntários da ONG Ciclo Urbano chegassem ao local e começassem a apresentar o projeto e a explicar a metodologia.

No último 18 de maio, contamos com a participação de 12 aprendizes e 8 Bike Anjos. Uma das aprendizes, Iolanda de 51 anos, falou que estava com muito medo de cair, só de olhar para ela, víamos o nervosismo. Meia hora depois não é que a vimos pedalando sozinha. Ao final, quando um dos “Anjos” perguntou sobre sua experiência, a mesma disse sorridente. “Achei muito bom e nem caí, quando é que posso vir de novo?”.

Escola Bike Anjo ajuda na socialização

Jacyane Lima irmã do Feliciano nos contou sobre os desafios enfrentados por seu irmão, ele tem deficiência intelectual e desde então foi tratado como uma pessoa incapaz. A partir do momento em que ele passou a morar em Aracaju, ela buscou inseri-lo em diversas atividades e a bicicleta é umas das maneiras que o ajudará na questão cognitiva, de equilíbrio e liberdade.

“É a segunda vez que o Feliciano tem a oportunidade de participar da Escola Bike Anjo. Na primeira vez ele ficou muito envergonhado e no último domingo o vi mais solto e feliz.”

Ilma Moreira, companheira de Jacyane também levou uma jovem chamada Carol. Carol é amiga de escola do Feliciano e também tem deficiência intelectual. Jacyane e Ilma estão aproveitando esse laço de amizade entre os dois e buscando formas para que se sintam capazes e independentes.

“Estamos gostando tanto de inseri-los em atividades físicas, que brevemente comprarei uma bicicleta para que eu faça parte da Escola Bike Anjo e através desse bonito trabalho voluntário promover a sensação de liberdade e capacidade nas pessoas”, palavras da Jacyane e Ilma.

Confira as fotos do X EBA Aracaju.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *