Ciclistas aracajuanos distribuíram folheteria educativa na noite do último dia 13, na avenida Beira Mar. Os cerca de 40 ciclistas se dividiram em dois grupos e ficaram em dois pontos da avenida. Um grupo ficou no semáforo junto à ponte da Coroa do Meio e o outro, no semáforo do cruzamento com a avenida Francisco Porto.

A ação foi o décimo primeiro Pedal Pela Paz, promovido pela ONG Associação Ciclo Urbano e os panfletos são resultado de uma parceria entre a ONG, o grupo de pedal Os Zuandeiros e o Detran-SE.

“Segurança é, ou pelo menos deveria ser, uma preocupação diária de quem encara o trânsito em qualquer modalidade: a pé, de bicicleta, moto, carro, ônibus. O respeito e a cidadania tem que estar presente nesta relação e é isso que tentamos reforçar todos os meses, no dia 13”, disse Luciano Aranha, presidente da Ciclo Urbano.

O Pedal Pela Paz começou em janeiro deste ano, quando completou-se um mês da morte do ciclista Rogério Esteves. Em dezembro de 2011, ele pedalava pela avenida Mário Jorge, no bairro Coroa do Meio, quando foi atropelado por um carro e veio a falecer.

“No próximo mês, a morte de Rogério fará um ano. Esperamos ter notícias do processo com relação ao atropelamento”, disse Aranha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *