Na tarde desta terça-feira, 6, o secretário municipal da Indústria, Comércio e Turismo, Jorge Santana, recebeu os representantes da ONG Ciclo Urbano,  Sayuri Dantas e Waldson Costa, e o coordenador nacional do projeto “Bicicleta no Plano”, Guilherme Tampieri, para discutir o estímulo do uso da bicicleta em Aracaju. “O objetivo do projeto é estimular o uso da bicicleta nos centros urbanos com população superior a 20 mil habitantes. Ele (o projeto) nasce com o objetivo de dar subsídios, tanto para prefeituras como a sociedade civil, de terem condições de colocar em seus planos de mobilidade a bicicleta, para que mais pessoas usem esse modal nas cidades brasileiras”, explicou.

Guilherme já esteve em todas as regiões do país divulgando o projeto e nesta passagem por Aracaju, vai ministrar a Oficina de Formação pela Bicicleta de Sergipe, tema com interface no programa Aracaju Inteligente, Humana e Criativa (AIHC), coordenado pela Semict. “Tivemos uma conversa muito proveitosa com Sayuri e Waldson da ONG Ciclo Urbano, e com o consultor Guilherme Tampieri, sobre a importância da bicicleta como um modal da mobilidade urbana. Acreditamos que os modais não motorizados têm tudo a ver com a mobilidade em uma cidade inteligente, por isso nossa equipe tem estudado o tema e participado de discussões com os colegas da SMTT, que comungam desse mesmo pensamento”, ressaltou o secretário Jorge Santana.

“A gente faz parte da comissão de revisão do Plano de Mobilidade Urbana, que está sendo coordenado pela Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito de Aracaju (SMTT), e no âmbito do AIHC, entendemos a importância da bicicleta não só como uma questão de mobilidade e redução de gases, mas também para o turismo e na logística de entrega de produtos – via delivery na cidade”, destacou o diretor do programa AIHC, Ricardo Mascarello, acrescentando que a Semict tem mantido diálogo com a diretora de planejamento da SMTT, Lucimara Passos, para desenvolver projeto piloto de ciclorotas, em parceria com a Ciclo Urbano e o Instituto de Arquitetos do Brasil de Sergipe (IAB/Se). “Tanto o processo de revisão do Plano de Mobilidade quanto os projetos pilotos em estudo, são de coordenação da SMTT”, reforçou Ricardo.

A oficina ministrada por Guilherme Tampieri contará com 4 módulos de discussão: 1) Por que promover a bicicleta na política cicloviária; 2) O que compõe uma política da bicicleta e como ela se integra a outras políticas urbanas; 3) Ferramentas de planejamento participativo e implementação da bicicleta na cidade; e 4) Laboratório prático com visita técnica na cidade para experimentar as ferramentas propostas e caminhos possíveis para trabalhar o tema. “Como vai ter muita gente da gestão pública participando, o Guilherme vai mostrar que investimento em mobilidade com bicicleta não é oneroso para o estado; que não é preciso fazer grandes investimentos e que produz resultados efetivos para o trânsito”, afirmou o representante da Ciclo Urbano, Waldson Costa.

O evento acontece dias 7 e 8 de março, na Sociedade Semear, e é uma realização da Bike Anjo e União de Ciclistas do Brasil (UCB), com apoio do Instituto Clima e Sociedade (ICS), em parceria com a Ong Ciclo Urbano, Sociedade Semear, Federação Sergipana de Ciclismo, Instituto Iluminar e Serttel.

Fonte: Prefeitura de Aracaju

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *