Com intuito de conscientizar a sociedade sobre a importância do uso da bicicleta e outras formas de locomoção urbana no Brasil, o Núcleo de Produção Digital (NPD) Orlando Vieira, unidade vinculada à Fundação Cultural Cidade de Aracaju (Funcaju), promove o Cine Ciclo, em parceria com a ONG ‘Ciclo Urbano’. A iniciativa acontece nesta quinta-feira, dia 18, a partir das 17h30, no Centro Cultural de Aracaju, localizado na praça General Valadão. O evento, que também faz parte da programação de aniversário do Centro Cultural, contará com a exibição dos curtas “Sinal vermelho: a arte de rua pede passagem” e o “Elo perdido – O Brasil que pedala”, além de uma roda de conversa com os temas: arte na rua, mobilidade urbana, e o direito à cidade.

A coordenadora do NPD, Graziele Ferreira, destaca a motivação da parceria da ONG junto à causa. “O papel fundamental do Núcleo de Produção Digital é fomentar a democratização do acesso a nossa produção audiovisual local, com exibições de forma pública e, por isso, a importância de debater sobre trânsito, mediante a valorização do filme sergipano Sinal vermelho. Com isso, a comunidade Ciclo Urbano observou no audiovisual uma meio de propor melhorias em sua qualidade e eficácia, com a finalidade de instigar nos aracajuanos formas ativas de locomoção”, explica.
Dirigido e produzido pelos acadêmicos Cariolando Santos e Luciano Freitas do curso de cinema e audiovisual da Universidade Federal de Sergipe (UFS), o curta “Sinal vermelho: arte de rua pede passagem”  conta, por meio dos relatos de artistas de rua, sobre o direito às cidades, mobilidade e, principalmente, o consentimento a vida. Além deste, o “Elo perdido: O Brasil que pedala”, com a direção de Renata Flazoni, reflete sobre a realidade de um país que pedala e constantemente luta diante da atual situação de motorização de carros e motos, e analisa também a significativa relação das pessoas como o meio de transporte sustentável, a bicicleta.
A entrada é franca e o Cine Ciclo ocorrerá na sala de exibição do NPD, no Centro Cultural de Aracaju. Para mais informações, acompanhe a ONG ‘Ciclo Urbano’ nas redes sociais: @ongciclourbano.
Fonte: PMA 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *