Workshop - Transporte Ativo

Foi realizado de 20 a 22 de março, na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC- RJ), a primeira capacitação voltada às organizações da sociedade civil nacionais, formalmente estabelecidas ou não, o Workshop “A Promoção da Mobilidade por Bicicletas no Brasil”, realizado pela Transporte Ativo (TA), que desde 2003 vem realizando um trabalho cada vez mais respeitado por outras organizações de ciclistas, por órgãos governamentais e organizações estrangeiras.

A atividade inicial realizada no dia 20 foi um trabalho de campo sob a supervisão da TA, que demonstrou a sua metodologia de contagem de ciclistas manual. A ação aconteceu das 7h às 19h na esquina da rua Figueiredo de Magalhães e Nossa Senhora de Copacabana, no bairro de Copacabana. O trecho possuiu uma ciclofaixa e conta com fluxo intenso de trânsito, tanto de ciclistas quanto de carros, ônibus e pedestres.

No segundo dia do evento, dia 21, a experiência do município do Rio, que já tem uma extensa malha cicloviária em diversas regiões da capital, foi apresentada pelo subsecretário de Meio Ambiente da Prefeitura do Rio, Altamirando Moraes. Além do mapeamento das ciclovias e ciclofaixas, o subsecretário falou também sobre o bem-sucedido projeto Bike Rio, de aluguel de bicicletas, que nos primeiros seis meses superou 1 milhão de viagens e será ampliado da 60 estações para 350.

“O Workshop foi uma grande iniciativa da Transporte Ativo, pois possibilitou as diversas organizações que estiveram presentes um maior esclarecimento sobre a forma de trabalho desta organização no Rio de Janeiro.”, disse Luciano Aranha, presidente da ONG Associação Ciclo Urbano.

O objetivo do evento foi encorajar organizações da sociedade civil voltadas à promoção do uso de bicicletas a desenvolverem uma relação colaborativa com governos e empresas locais, buscando uma melhoria nas relações, de modo a qualificar quaisquer projetos ciclo-inclusivos que venham a surgir em suas regiões.

“Este encontro foi fundamental para conhecer e compartilhar experiências com outras organizações sobre as suas atividades e assim aperfeiçoar os estudos, pesquisas e intervenções em Aracaju, é notório que o Ciclo Urbano irá dar um salto nas suas atividades e pesquisas”, disse Waldson Costa, vice-presidente da Ciclo Urbano.

Participam do workshop 15 organizações das 5 regiões do país, além de um representante de uma organização de Portugal, com o objetivo de replicar as informações e projetos que vem sendo desenvolvidos de forma independente em todo o país.Vindas de diversas cidades do Brasil, como São Paulo, Cristais Paulista, Belo Horizonte, Juiz de Fora, Recife, Aracaju, Manaus, Brasília, Balneário Camboriú e Vila Velha. Destas 14, após seleção, o Transporte Ativo financiou todos os custos de viagem de quatro organizações, entre elas a Associação Ciclo Urbano.

Entre os debatedores estavam o Secretário de Transportes do Rio, Carlos Osório, o Sub-Secretário de Estado do Meio Ambiente do Rio de Janeiro, Altamirando Moraes, o responsável pela Programa  Rio Estado da Bicicleta, Mauro Tavares, a Clarisse Linke da ITDP Brasil, a Carolina Rivas do Banco Itaú e o Luis Felipe Carvalho da PUC-Rio.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *