Câmara dos deputados desobriga uso de campainha e espelho em bicicletas.

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) aprovou há pouco, em caráter conclusivo, o Projeto de Lei 2956/04, do deputado Inocêncio Oliveira (PR-PE), que desobriga o uso de campainha e espelho retrovisor em bicicletas. A votação seguiu o parecer do relator, deputado Mauro Benevides (PMDB-CE). A proposta seguirá para análise do Senado.Pelo Código de Trânsito Brasileiro (Lei 9503/97), além dos dois equipamentos, também é necessário que a bicicleta seja equipada com sinalização noturna dianteira, traseira, lateral e nos pedais. A reunião continua no plenário 1.Custos menoresSegundo Inocêncio Oliveira (PFL-PE), a campainha e o espelho retrovisor não são mais usados nas bicicletas e as legislações dos países desenvolvidos nem sequer os mencionam. Para ele, a exigência de implantar os equipamentos não contribui para aumentar a segurança no trânsito e apenas onera o custo do veículo. “A única imagem possível a partir do espelho retrovisor da bicicleta é a do ombro do ciclista”, assegura o deputado.Inocêncio acredita que, se o custo baixasse, o veículo poderia tornar-se importante meio de transporte para as pessoas de baixa renda, principalmente para as que moram em pequenas cidades do interior do País.

Fonte: Agência Câmara
Entrevista retirada de Revista Bike Action

One thought on “Possíveis mudanças no CTB para bicicletas.

  1. Finalmente alguém leu o CTB, no parágrafo que diz “que o maior é responsável pelo menor e todos pelos pedestres”.
    De que adianta o ciclista ver que o carro vai atropelá-lo se ele não terá tempo de mudar sua trajetória?
    Para que campainha se é obrigação do ciclista dar preferência aos pedestres? Mais vale um grito de advertência do que uma buzina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *