IMAGEM HOME SITE 2A organização do Fórum Sergipano de Bicicleta acaba de receber a confirmação de uma presença de peso no evento que acontece de 17 a 19 de outubro: Altamirando Fernandes Moraes, subsecretário de Meio Ambiente da Cidade do Rio de Janeiro – SMAC. Ele estará em Aracaju para apresentar o trabalho exitoso que vem sendo realizado pela Prefeitura do Rio ao investir expressivamente em infraestrutura cicloviária.

Atualmente, o Rio possui a maior malha cicloviária do País e é considerado uma cidade bike friendly, com o título de capital brasileira desse modal. Seu sistema cicloviário com 371 km de extensão. A meta é chegar a 2016 com 450 km. Além disso, o Rio de Janeiro foi a primeira cidade do Brasil a ter um mapa cartilha cicloviário. “Por todo esse histórico, Altamirando tem muito a contribuir com o evento. Queremos trazer para Aracaju todo o resultado dessa experiência valiosa para a ciclimobilidade”, destaca Luciano Aranha, presidente da ONG Ciclo Urbano, responsável pela realização do Fórum.

Além de Altamirando, o Fórum recebe a jornalista sergipana Aline Cavalcante. Ela vive em São Paulo desde 2008 onde trabalha com questões referentes à mobilidade urbana, ocupação de espaço público e incentivo ao uso seguro da bicicleta nas cidades. Também integra a frente de jovens empreendedores motivados pelo novo momento da bicicleta no Brasil.

Outra palestrante é Clarisse Cunha Linke, diretora do Instituto de Políticas de Transporte e Desenvolvimento – ITDP Brasil. Durante cinco anos, ela fez parte da diretoria da Bicycling Empowerment Network Namibia, uma organização responsável pela maior rede de distribuições à implementação de empreendimentos sociais na África sub-Saariana. Mestre em Políticas Sociais, ONGs e Desenvolvimento, é vencedora do desafio “Mulheres, Ferramentas e Tecnologia” da Ashoka Changemakers.

Daniel Valença, da Associação Metropolitana de Ciclistas do Grande Recife, que tem como principais eixos de ação o fomento ao uso de bicicletas e a democratização das vias públicas; Francisco Navarro, diretor de Planejamento e Sistemas – SMTT Aracaju; João Paulo Amaral, um dos idealizadores do Bike Anjo São Paulo; Valdinei Calvento Junior, o Cabelo, como é conhecido, é designer, ilustrador e artista plástico paulistano que mantém um blog Igual Você (http://igualvoce.wordpress.com/). Suas ilustrações possuem um tom ativista que convidam a refletir sobre a relação das pessoas com as grandes cidades, mobilidade, sustentabilidade e uma vida mais saudável; e Zé Lobo, fundador a Organização Transporte Ativo que, desde 1989 vem defendendo e divulgando o uso das bicicletas na cidade e fora dela completam o time de palestrantes do evento.

 

Programação

Tais palestras estarão distribuídas entre os três dias do evento, 17 a 19 de outubro, que prometem ser bastante movimentados. No que depender da Ciclo Urbano, o ritmo das atividades dessa segunda edição do Fórum será ainda mais intenso que as do ano anterior, avisa Luciano. “O 2º Fórum Sergipano da Bicicleta – 2fsbici – reúne muitos palestrantes entre especialistas, técnicos, ciclistas em geral, cicloativistas, representantes de prefeituras brasileiras, ONGs, para trocar experiências, ensinar dicas e discutir os rumos da bicicleta no Brasil”, ressalta ele. As atividades vão desde palestras mais teóricas a uma feira da bicicleta, além da apresentação de trabalhos, exibição de filmes e um passeio ciclístico pelo centro histórico de Aracaju (confira programação completa http://2fsbici.com.br/evento/programacao/).

 

Apoiadores

A realização do segundo Fórum Sergipano da Bicicleta está prestes a ser tornar realidade graças às doações e ao trabalho voluntário de muitas pessoas. “Durante 40 dias recebemos doações na nossa vaquinha virtual pelo site Catarse (http://www.catarse.me/pt/2fsbici). Além disso, estamos recebendo apoios empresariais e do poder público”, ressalta o presidente da Ciclo Urbano.

Entre os apoiadores institucionais e patrocinadores estão Bici Clube, Casulo, Ecociiclo Bicicletaria, Ecociclismo, J. Andrade – Gráfica Editora, LM Bike, Magazine Bike Show, Peregrinos, RR Bike, Sesi, SMTT Aracaju, Sociedade Semear, TV Sergipe, entidades cicloativistas e sem fins lucrativos, Associação Bike Anjo, BH em Ciclo e Vá de Bike.

Já o Catarse contou com a participação de 124 pessoas. Cada uma delas contribuiu com quantias diferentes que foram igualmente importantes para a superação da meta pretendida pela organização do evento. “Nosso ideal era atingir R$ 9 mil, mas chegamos a R$ 9.733,00. Esse dinheiro será muito útil para o pagamento das despesas com os palestrantes convidados e demais necessidades do evento. Agradecemos muito aos que puderam se somar a esse esforço em prol dessa causa tão importante para a cidade como um todo”, diz Luciano Aranha lembrando que o nome todos, um a um, está no site do evento, no menu Apoiadores (http://2fsbici.com.br/apoiadores/ ).