Outro dia estava na praia com meu cachorro, aproveitando o único lugar que não deve ter carro, por várias rasões obvias, quando me deparo com essa imagem.

No dia seguinte recebo aqueles jornais Informativo da própria SMTT, com essa matéria:


materia retirada de um jornal informativo da SMTT

Devo adimitir que essa matéria, e medida da Prefeitura seja um tanto quanto infeliz, A Praia o único lugar, na minha opinião, que no mundo todo é o mais democrático e humano de todos, onde não há a divisão de quem é rico ou pobre, raça ou cor e todas as outras várias diferenças humanas possíveis agora teremos que dividir esse espaço com tais veículos automotores.
“A prefeitura Municipal de Aracaju entende que a praia é um local para o banhista…” Realmente é para BANHISTAS e nao veículos de 4 rodas que poluem e tem a capacidade de matar.

Acredito que no momento que essa decisão foi tomada eles não levaram em consideração que as crianças são totalmente imprevisíveis e em um pequeno espaço curto de tempo correm de um lugar para o outro.

Acredito sim que deve haver uma ficalização nas praias, porém não dessa forma. Não só pela poluição do ar, mas essa medida tomada pode causar acidentes fatais e o pior que é em um lugar de lazer, as pessoas vão para se divertir, aliviar o stress do caus da cidade que os próprios carros promovem e ainda correm risco de incidentes infelizes.

A proposta seria criar algumas unidades de patrulha de bicicleta, em locais estratégicos interligada com a patrulha de veículos, com isso a sutentabilidade do sistema seria muito mais eficiente, não só para os próprios funcionários como para todos os banhistas, além de empregar uma categoria diferente de pessoas, gerando emprego e renda para uma classe de trabalho totalmente inovadora e diferente.

Todos Agradecem!!!

Comente, gere uma discursão expondo seus pensamentos.

Post Criado por: Felippe César

Associação Ciclo Urbano

4 thoughts on “Trânsito nas Praias

  1. quem dera que aqui na minha praia (Cassino-RS) o único tráfego fosse de quadriciclo dos fiscais….olha só:
    http://www.conjuminando.com.br/imagens3/cassino_carros_2.jpg

    Imagina a deprê pensar em pegar a bike num domingo de verão ir pra praia e pegar engarrafamento. Isso mesmo: em certos trechos, de bike, a gente fica engarrafado no meio dos carros e as pessoas nem se importam, tomam banho de sol a menos de 1m dos carros, q geram mais calor, ligam som alto, se exibem. Já vi capotamento quando 2 se chocaram. E a extensão de praia é grande. Tem dias q nem convém ir pra nao se estressar (justamente os melhores dias…). Vê se praia e stress combinam..

  2. SOU AGENTE DE TRÂNSITO E TRABALHO NA AREIA DA PRAIA COM QUADRICICLOS, NOIS NOS PREOCUPAMOS SIM COM OS BANHISTAS NÃO DESENVOLVENDO ALTAS VELOCIDADES ETC…EM RELAÇÃO A PATRULHAR DE BIKE SERIA SIM A MELHOR IDEIA MAIS ATUALMENTE SE TORNA INVIAVEL POIS O EFETIVO ATUAL NÃO PERMITE TAL MEDIDA, SÓ RESTA A VOCES PEDIREM QUE ESTA SITUAÇÃO SEJA CORRIGIDA POIS TRAVÉS DE UM NOVO CONCURSO ESSA REALIDADE PODERIA MUDAR.

  3. concordo Carol, vamos saber deste ofício e como ela será digerido em função de Superintendencia, no mais organizar essas ideias no papel pra eles pode ser algo bom…

  4. inconformados com a medida errônea da SMTT, a Associação Ciclo urbano escreveu uma carta ao órgão. Nao tínhamos a menor idéia ela seria sequer lida, mas pelo menos tentamos…
    E é por isso que comento aqui. Nao basta ficarmos indgnados com as coisas que vemos nas ruas. A indignação nos deve levar a uma ação benéfica em busca por de soluções.
    É o que o Ciclo urbano procura: soluções pros mais diversos problemas da nossa cidade!
    Abraçõs a todos que acreditam nisso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *